Resumo de Amor e Revolução – dia 14 a 18 de Novembro de 2011


Segunda-feira, 14/11/2011 – capítulo 160
Fritz acusa Bete de ter mentido

Olivia diz a Feliciana que só ficará satisfeita quando se vingar de Filinto. Feliciana a apoia e diz que tem um plano para entrar na casa do general Lobo Guerra. Aranha aterroriza Bete no Dops. Sob Pressão, ela promete levar o delegado à casa de Bartolomeu. Batistelli revela a Jandira que vai participar de uma ação da VPR: um atentado ao quartel com carro-bomba. Ao ver Miriam seminua na cama, José diz que ela está fazendo um papel ridículo. Estudantes e guerrilheiros vão para a casa de Lúcia e pedem abrigo. Lúcia dá apoio a eles. Miriam pergunta a José se ele foi se encontrar com Maria. Miriam o beija. José diz que não sente desejo por ela e que o envolvimento entre os dois foi um erro.

Telmo e Nina contam a Beto que a polícia descobriu o aparelho e pedem abrigo na cantina. Marcela vai tentar tirar Bete do Dops com habeas corpus. Aranha chega com Bete ao sítio de Luís, que apanha do delegado. Fritz acusa Bete de ter mentido e diz que ela vai apanhar para falar a verdade. Aranha manda os policiais vasculharem o sítio. Jandira chega com Ernesto à igreja de padre Inácio. Padre Bento não gosta da ideia de Jandira ficar escondida na igreja. Aranha pergunta a Luís por que a cozinha da casa está toda revirada. Luís inventa a desculpa de que deu uma festa na noite anterior. Maria e José se reecnontram no hotel. Maria revela a José que foi o delegado Aranha quem matou Cléo. A guerrilheira revela a José que no grupo de paramilitares estavam Lobo Guerra e Filinto.

Terça-feira, 15/11/2011 – capítulo 161
Bete é solta e vai à casa de Lúcia

Um carro-bomba explode na entrada do quartel. Um soldado é gravemente ferido. Bete é solta e vai à casa de Lúcia. A pedido de Ana, Miriam vai ao hospital levar alimentos para Filinto. Filinto a provoca ao dizer que o filho que ela espera é dele. Filinto agarra Miriam. Dr. Ruy entra no quarto e por pouco não os flagra. Em reunião, Lobo Guerra chama os militares de incompetentes. O general brada que quer os terroristas mortos. Olivia está na casa de Feliciana na favela. Feliciana fala com ódio de Ana. Olivia tenta acalmá-la. A ex-governanta afirma a Olivia que já tem um plano para invadir a casa de Lobo Guerra. Manipuladora, Miriam fala a Filinto que vai destruir o amor que José e Maria sentem um pelo outro.

Beto oferece um jantar de despedida aos atores do grupo de teatro Vanguarda, pois a trupe vai morar no sítio da família de Stela. Stela fica incomodada ao saber que Bete também vai morar no sítio, pois é namorada de João. Fritz e Jeová se enfrentam e o inspetor afirma que ainda vai pegar Jeová. Feliciana e Olivia entram na mansão de Lobo Guerra. A ex-governanta aponta arma para Ana e diz que as duas têm de acertar contas. Olivia intervém e diz que Ana é inocente. Feliciana manda Ana vestir os uniformes de empregada e servi-la chá com torradas. Ao ver Marina e Mário conversando, Marcela fica enciumada. Marcela pressiona Marina e quer que ela assuma o romance entre as duas. Lobo Guerra chega à mansão. Feliciana e Olivia apontam as armas contra ele.

Quarta-feira, 16/11/2011 – capítulo 162
Nina reencontra padre Inácio

Na igreja, Jandira discute com Batistelli sobre a ação no quartel. Padre Bento ouve a discussão dos dois. Feliciana exige que Lobo Guerra bata continência. Ela pede para Olivia amarrar o general. Feliciana revela a Ana que Lobo Guerra gostava de ser amarrado no bordel. Lobo Guerra a chama de decadente e diz que o lugar de Feliciana é no lixo. Ela dá uma coronhada no general. Feliciana chama Ana de frígida. As duas se atracam, a arma dispara e atinge Lobo Guerra. Feliciana aponta a arma para Ana, mas Olivia se coloca na frente. O telefone da mansão toca, Ana atende e tenta dizer o que aconteceu.

Feliciana e Olivia ficam desesperadas e saem pelos fundos. No galpão de tortura, Aranha executa padre que viu o assassinato de Romualdo. Os enfermeiros chegam à mansão para socorrer Lobo Guerra, que está com a respiração muito fraca. Ana conta tudo o que aconteceu a Miriam. Nina e Telmo chegam à igreja, pois Batistelli tem uma nova ação. O líder guerrilheiro revela que a nova ação é “expropriar” um cofre em uma mansão do Rio de Janeiro, no qual o governador de São Paulo guarda todo o dinheiro da corrupção. Nina reencontra padre Inácio. Ela apresenta o namorado, Telmo.

Um clima de desconforto entre eles. Miriam entra no quarto do hotel em que Maria e José estavam hospedados. Ela suborna a camareira. Miriam coloca uma substância na água. No quartel, José reencontra coronel Santos, que conta que Lobo Guerra levou um tiro no peito. Coronel Santos comunica a José que a licença dele acobou e ele terá que voltar para o quartel. Miriam pede para a camareira não contar a ninguém que esteve no quarto. Olivia revela a Feliciana sua vontade de entrar no hospital e acabar com Filinto e Lobo Guerra. Feliciana acha um pouco arriscado. Determinada, Olivia pergunta a Feliciana se ela está disposta.

Quinta-feira, 17/11/2011 – capítulo 163
Feliciana aceita a proposta de Olivia

Os atores do grupo de teatro Vanguarda chegam ao sítio da família de Stela. Maria e Lúcia se reencontram na cantina de Beto. Olivia fala a Feliciana que quer entrar no Hospital das Forças Armadas disfarçada de enfermeira. Feliciana aceita a proposta de Olivia. As duas vão entrar no hospital e dar fim em Lobo Guerra e Filinto. Dr. Ruy diz para Ana e Filinto que Lobo Guerra não corre risco de vida. Ana revela a Filinto que Olivia contou tudo o que ele fez com ela. Filinto tenta convencer a mãe de que é mentira de Olivia. Padre Bento ouve os guerrilheiros falando sobre a “expropriação” do cofre do governador e fica estarrecido.

Padre Bento diz a padre Inácio que eles estão dando abrigo a ladrões. Marina confessa a Marcela que não está pronta para assumir o romance. Marina teme sofrer represálias ao assumir o namoro. José chega ao quarto do hotel, come o bombom e bebe a água com sonífero. Dopado, ele deita na cama. Miriam entra no quarto, tira a roupa e deita ao lado de José. Em seguida, Maria entra no quarto e vê Miriam e José dormindo abraçados. Maria tenta acordar José, mas ele está dopado. A guerrilheira e Miriam têm uma discussão. Miriam fala a Maria que José não consegue viver sem o amor das duas. Ela pega um punhal e ameaça a guerrilheira. As duas começam a lutar. Miriam grita por socorro. Maria foge do quarto.

Sexta-feira, 18/11/2011 – capítulo 164
Miriam suborna a camareira

Miriam diz para a camareira do hotel que José não pode saber o que aconteceu no quarto. Maquiavélica, ela suborna a camareira. Maria chega desolada à igreja e conta o que aconteceu aos guerrilheiros. Jandira aconselha Maria a seguir sua vida. Impositivo, Batistelli diz para Maria deixar o militar para trás. José acorda e pergunta à camareira se Maria o procurou no hotel. A camareira afirma que ela não apareceu. Filinto recebe alta do hospital e vai para casa com Ana. Miriam conta a Filinto que seu plano de separar Maria e José deu certo. No quarto do hotel, José está preocupado e espera por Maria. José liga para a casa de Lúcia e pergunta de Maria. Lúcia fala a José que Maria estava a caminho do hotel.

Os dois ficam preocupados. Determinada, Maria afirma aos guerrilheiros que nunca mais quer ver José. José telefona para coronel Santos e pergunta se ele tem alguma notícia sobre Maria Paixão. José teme que Maria esteja presa. Beto chega à casa de Lúcia e diz que o prédio está cercado por policiais do Dops. Estudantes e guerrilheiros se desesperam. Marcela confessa a Marina que está extremamente magoada. Marina afirma a Marcela que nunca deu a ela esperanças de casamento. Miriam revela a Filinto que contratou um falsificador para escrever cartas com a letra de Maria endereçadas a José. Na suposta carta, Maria escreve a José que encontrou um novo amor.

Deixe um Comentário