Corrente Russa


Corrente Russa

A Corrente Russa é uma forma de eletroterapia, ou seja, que funciona através de impulsos elétricos. Esse procedimento associa a movimentos dos músculos, técnica desenvolvida pelo russo Yakov Kots nos anos 80. É uma corrente elétrica de baixa frequência, de baixa voltagem e que possui uma pequena intensidade. O estímulo elétrico da Corrente Russa é aplicado por apenas 10 segundos, seguido por um intervalo de 50 segundos. O tempo máximo de tratamento indicado é de apenas 10 minutos por sessão de estimulação elétrica.

A funcionalidade da Corrente Russa é comprovada, pois estimula as fibras de rápida contração. Porém o que é muito questionado é até que ponto esse tratamento ajudaria na precisão do controle motor e graciosidade de cada movimento.

Como funciona a Corrente Russa?

As aplicações de corrente russa visam ajudar a enrijecer e também a tonificar a musculatura do corpo. Corrente Russa tem como objetivo é elevar a capacidade muscular de cada músculo onde acorrente é aplicada, porém a técnica deve ser combinada com exercício física diário. Não como utilizar a corrente russa como a principal forma de tonificar os músculos.

A Corrente Russa é muito usada também como tratamento na fisioterapia, porém na Corrente Russa defende-se e diz que aplicação só serve para aumentar a força muscular. Atualmente os centros de estética passaram a utilizar Corrente Russa para combater à flacidez muscular, recuperação de força muscular, reabilitação de atletas, melhoria do fluxo sanguíneo e do sistema circulatório.

É importante lembrar sempre que a técnica da roleta russa é contra indicada para pessoas que utilizem marca passos, pessoas com doenças cardiovasculares, problemas de pressão, epilepsia, problemas renais crônicos e doenças relacionadas aos pulmões.

Antes de utilizar a técnica consulte seu médico para saber se você está apto a utilizar a técnica sem prejudicar a sua saúde.

Escrito por G Produções

Deixe um Comentário