Enxaqueca – O que é, Tratamento


Exanqueca

A enxaqueca é uma doença silenciosa algumas pessoas chegam a sofrem anos com o problema e não procuram tratamento, usam apenas os remédios como paliativo. Ao contrário do que se pensa, a enxaqueca é uma síndrome neurológica caracterizada principalmente pelas dores de cabeça recorrentes, que podem variar de intensidade de moderada a intensa e pode vir acompanhada de náuseas, vômitos, fotofobia ou fonofobia. Além disso, é comum que ela se manifeste em crises cuja duração é variada, em média de 4 a 74 horas.

Sintomas

Algumas pessoas tem o que os médicos chamam de sintomas premonitórios, que costumam surgir um pouco antes da crise como falta de apetite, depressão nervosa, irritabilidade, desejo por alimentos específicos, agitação, sonolência e cefaléia amena.

Sua natureza é considerada incerta, pode se manifestar por diversos fatores que variam de acordo com o paciente, mas é comprovado o caráter hereditário da doença. Portanto, as crises de enxaqueca são desencadeadas por motivos diversos, os mais comuns são o estresse físico e emocional, alterações hormonais súbitas, privação ou excesso de sono e até mesmo a ingestão de determinados alimentos (queijos, vinhos, embutidos, álcool, entre outros).

Para diagnosticar a doença é necessário que a pessoa procure um medico para realizar os exames físicos e neurológicos. Pessoas que começarem a ter os sintomas da enxaqueca após os 50 anos devem redobrar a atenção.

Tratamento

A prevenção é muito importante, após a pessoa estabelecer quais são os fatores que ajudam a desencadear as crises, deve começar a evitá-los de forma rigorosa.

Existem vários tipos de tratamento contra a enxaqueca, como a aplicação de botox e os medicamentos a base de triptanos são os mais indicados pelos médicos. Também existem os tratamentos naturais como acupuntura, dieta, fisioterapia, quiropraxia, técnicas de relaxamento, florais de Bach, ente outros.

É importante frisar que antes de iniciar qualquer tratamento a pessoa deve receber o diagnostico correto do tipo de dor de cabeça.

Procure um especialista para que ele avalie seu caso e recomende o tratamento mais adequado para o seu organismo.

Escrito por Milena Evelyn

Deixe um Comentário