Piolhos e Lêndeas – Tratamentos e prevenção


Piolhos e Lêndeas

Saiba que os piolhos e lêndeas são pragas que se proliferam de forma rápida de cabeça a cabeça e contagiam constantemente por meio do contato direto. Mesmo que não há uma idade certa, é super comum que os piolhos apareçam na cabeça das crianças, de forma super rápida, por causa do contato com as outras crianças em creches ou escolas. Pode até ser por meio de um abraço, ficar perto do amiguinho ou até o empréstimo de uma presilha, escova, ou boné, ou mesmo qualquer outro item que já passou pela cabeça afetada.

Vale citar que os piolhos não são sinônimos de ausência de higiene, pelo contrário, eles dão preferência para o couro cabeludo seco, limpo e não oleoso, para poder se espalhar rapidamente. Na cabeça suja, os pilhos provocam machucados e feridas. Se a criança reclamar de coceira nas áreas do couro cabeludo, atrás das orelhas e nuca, é necessário procurar as lêndeas, que são os ovos, e os piolhos entre as madeixas.

Se o seu filho estiver com piolho, é necessário tratar o quanto antes para evitar qualquer tipo de contaminação não apenas dos amigos, mas de todos que estão ao seu redor. Os piolhos podem ficar na cabeça até dois meses, podendo colocar até 300 ovos nessa época. É essencial tratar o problema para que os parasitas não se proliferem, para amenizar a coceira na cabeça, e especialmente, evitar a contaminação em outras crianças.

O ideal é procurar um médico que indicará produtos como sabonetes ou shampoos à base de permetrina, propriedade eficaz para acabar de vez com o problema dos piolhos. O produto deve ser aplicado sempre na hora do banho, preferencialmente antes de dormir.

Escrito por Layal

Deixe um Comentário