Resumo de Amor e Revolução – 29 a 02 de Setembro de 2011


Segunda-feira, 29/08/2011 – capítulo 105
Maria entra em pânico

José diz a Lobo Guerra que enquanto Feliciana estiver solta todos correm perigo. José e Maria se encontram e vão para um hotel. José diz que desmarcou o casamento com Miriam. Maria fica desconfiada. José pede para Maria telefonar para Miriam. Ao telefone, Miriam a xinga e faz ameaças. Couto e Homero chegam ao hotel que José e Maria estão. Fritz dá a notícia a Aranha de que ele e os policiais cercaram o hotel onde o casal está. Batistelli apresenta Nina a Odete e Violeta.

Batistelli pergunta de Telmo a Nina. O delegado Aranha chega ao hotel. Eles planejam invadir o quarto de José e Maria. Do quarto do hotel, José vê a movimentação de policiais na rua. Maria entra em pânico. Ana tenta tranquilizar Miriam, que está desolada com o fora que levou de José. Maria saca uma arma para se defender dos policiais. Batistelli fala a Nina a respeito de sua desconfiança sobre Telmo. O guerrilheiro acredita que Telmo delatou a guerrilha na Serra do Caparaó.

Batistelli pede ajuda a padre Inácio para dar guarida a Odete e suas filha na igreja. Padre Bento alerta padre Inácio que os dois acabarão sendo presos por acobertar guerrilheiros. Aranha e os policiais invadem o quarto, mas José está só. O militar inventa a desculpa de que está estudando para a sua tese. Aranha diz que Maria não vai conseguir fugir e pede para os policiais vasculharem o hotel. Maria entra no quarto de uma senhora, a Dona Juliana, e pede ajuda para se esconder.

Terça-feira, 30/08/2011 – capítulo 106
Aranha ameaça Dona Juliana

Ao lado dos policiais, Aranha invade quarto por quarto do hotel à procura de Maria. Odete e as filhas se despedem dos guerrilheiros. Violeta vai levá-las para a igreja de padre Inácio. Lara e Alice perguntam sobre o pai a Odete. Aranha invade o quarto de Dona Juliana e pergunta onde está a subversiva. Dona Juliana está deitada na cama. Maria está escondida sob as cobertas. Marcela diz a Marina que Thiago não pode dar o que ela precisa. Aranha aponta arma contra a cabeça de Dona Juliana. Os policiais vasculham o quarto e não encontram a guerrilheira.

Aranha pede para o policiais procurarem a guerrilheira em outro andar. José pergunta a Aranha se ele já encontrou o que procurava. O delegado diz que não vai descansar enquanto não pegar Maria. José enfrenta Aranha ao dizer que ele deveria se preocupara com o assassino de sua amante, a prostituta Vilminha. Aranha aponta arma contra a cabeça de José. Batistelli fala a Jandira a respeito de seus planos para a ação de “expropriação” do trem pagador. Ele quer Jandira na ação.

Miriam telefona para todos os convidados e diz que o casamento foi adiado. Violeta vai à mansão Guerra. Ana conta que Filinto foi baleado e está internado no hospital. Lobo Guerra questiona Telmo a respeito de seu sumiço. O general exige informações sobre os subversivos. Violeta afirma a Ana que quer fazer uma visita a Filinto no hospital. Filinto recobra a consciência e revela a Dr. Ruy que Feliciana tentou matá-lo. Lobo Guerra pressiona Telmo. Borges afirma que Telmo está protegendo Nina. O general ameaça fazer mal à família de Telmo.

Quarta-feira, 31/08/2011 – capítulo 107
José promete descobrir quem matou Cléo

Maria fala de sua história de amor com José a Dona Juliana. Maria revela que é guerrilheira e luta pela democracia, e José é um militar. Dona Juliana confessa a Maria que é simpatizante do Movimento Revolucionário. A senhora promete ajudar Maria a sair do hotel. Dr. Ruy telefona para Lobo Guerra e o avisa que Filinto recobrou a consciência e revelou que Feliciana o baleou. Em tom provocativo, José pergunta a Aranha se ele sabe quem é o assassino de Cléo. José promete descobrir quem matou Cléo e faz ameaças a Aranha. Ao telefone, Feliciana pergunta a Lobo Guerra se ele mandou Filinto matá-la.

O general diz que a ama e sente a falta dela. Desconfiada, Feliciana diz a Lobo Guerra que ele deseja se vingar dela. Destemida, Feliciana promete destruir toda a família do general Lobo Guerra. Maria vai à janela do quarto e vê o hotel cercado por policiais. A guerrilheira fica extremamente nervosa. Dona Juliana tenta acalmar Maria e diz que tem uma ideia. Chantagista, Feliciana diz a Lobo Guerra que vai denunciar todos os crimes dele à imprensa. Ana fala a Violeta que não tem como olhar pra ela e não lembrar de Olivia. Jandira escreve um artigo feminista para sua coluna. Batistelli a contesta sobre o papel da mulher.

Aranha pergunta a José se ele tem algo a ver com a morte da Vilminha. José afirma que Aranha vai pagar por tudo o que fez. Sádico, o delegado diz que quando colocar as mãos em Maria vai se divertir muito com ela. Tavares vai à casa de Lúcia e diz que precisa se explicar. Dona Juliana diz a Maria que vai disfarçá-la de velha, pois ela foi atriz e tem a técnica. José afirma a Aranha que se fizer mal a Maria vai matá-lo. Aranha e Fritz saem do quarto de José, que fica transtornado. Aranha comenta que encontrar Maria se tornou uma questão de honra.

Quinta-feira, 01/09/2011 – capítulo 108
Batistelli pede um tempo a Jandira

Luís e Marta trocam beijos. Bete os vê. Dona Juliana ajuda Maria a se disfarçar de idosa. Ela caracteriza a guerrilheira com peruca grisalha, óculos, chapéu e maquiagem. Dona Juliana diz para Maria andar com o corpo curvado. A guerrilheira se despede de Dona Juliana. Disfarçada de idosa, Maria passa por Aranha e Fritz sem ser reconhecida. Por divergências de ideia, Jandira é Batistelli discutem. Batistelli a chama de feminista obcecada. Na saída do hotel, Maria passa pelos policiais. Ela sai ilesa. Filinto conta a Ana que Feliciana tentou matá-lo. Lobo Guerra diz a Filinto que Odete foi resgatada pelo Movimento Revolucionário. O general diz que Lara e Alice também foram resgatadas do orfanato.

Stela faz ensaio sensual para uma revista de biquini. Batistelli pede um tempo a Jandira. Nina chega com Odete e as filhas à igreja de padre Inácio e padre Bento. Miriam diz a José que está ligando para os convidados para falar que o casamento foi adiado. Lúcia pergunta a Tavares se ele se aproximou dela para conseguir informações sobre Maria, Jandira e Batistelli. Disfarçada de senhora, Maria chega ao “aparelho” e conta a aos guerrilheiros que por pouco não foi presa. Batistelli diz que tentou alertá-la sobre o perigo. Dr. Ruy conhece Violeta e fica impressionado. Violeta vai ao quarto em que Filinto está internado. Dr. Ruy confessa a Ana que ao ver Violeta chegou a se perguntar se Olivia morreu. Ao ver a reação do médico, Ana fica desconfiada. Filinto está dormindo. Violeta pega um travesseiro para sufocá-lo e o chama de assassino.

Sexta-feira, 02/09/2011 – capítulo 109
Marília pressiona padre Inácio

Violeta sufoca Filinto com o travesseiro. Dr. Ruy e Ana entram no quarto e ela disfarça. Filinto está sem ar. Ao recuperar o fôlego, ele diz que Violeta tentou sufocá-lo e a chama de Olivia. Ana diz que ele teve um pesadelo. Lúcia pergunta a Tavares se ele já participou de uma tortura. Ele pede uma chance a Lúcia. Marta e Luís percebem que Bete os viu. José afirma a Miriam que não cai mais nas chantagens emocionais dela. José diz que está de saída e pergunta se ela quer uma carona. Os guerrilheiros pressionam Maria. Jandira diz que Maria pode se tornar um elemento perigoso para o grupo. Imperativo, Batistelli diz para Maria escolher José Guerra ou a revolução. Nina diz a padre Inácio que não consegue ficar tranquila ao lado dele.

O padre revela que não consegue esquecer o último encontro que os dois tiveram. Ele diz que largaria a batina por Nina. Marília ouve o que o padre diz a Nina e conta à guerrilheira que está grávida de Inácio. Possessiva, Marília insulta Nina. As duas começam uma discussão. Marília pressiona padre Inácio ao perguntar por que ele largaria a batina por Nina e por ela não. Durante a reunião de paramilitares, Lobo Guerra diz a Telmo que a explicação dele não o convenceu. O general faz chantagem e ameaça a família de Telmo se Nina não aparecer em uma semana. Aranha chega à reunião e revela a Lobo Guerra que José e Maria continuam se encontrando. O delegao conta ao general que José estava em uma hotel à espera da guerrilheira.

Fritz diz que Maria conseguiu fugir, pois os homens os viram entrar juntos no hotel. Lobo Guerra chama os policiais de incompetentes. Tony, o fotógrafo, tenta convencer Stela a posar nua. Miriam chega com vestido provocante e pede para passar a última noite ao lado de José. Ele a chama de ridícula. Maria diz aos companheiros que ama José. Batistelli diz que o único jeito dela continuar na luta e amar José Guerra seria o militar abandonar o Exército e passar para o lado da Revolução.

Deixe um Comentário